O Niilismo no Século XX, Parte II