Lista de leitura ordenada: Immanuel Kant

A ordem de leitura de Kant é quase cronológica. Os escritos pré-críticos não são absolutamente necessários, a menos que haja intenção de um aprofundamento.

Escritos pré-críticos

Pensamentos sobre o verdadeiro valor das forças vivas (1747);
História geral da Natureza ou teoria do céu (1755)
Monodologia Física (1756);
Meditações sobre o Optimismo (1759);
A Falsa Subtileza das Quatro Figuras Silogisticas (1762);
O Único Argumento Possível da Existência de Deus (1763)
Observação Sobre o Sentimento do Belo e do Sublime (1764)
Investigação sobre a Clareza dos Princípios da Teologia Natural e da Moral (1765-66)
Sonhos de um Visionário (1766)
Dissertação sobre a forma e os princípios do mundo sensível e inteligível (1770);
Sobre a Pedagogia (transcrição autorizada de aulas) (1776)

 

Escritos Críticos

Prolegômenos para toda metafísica futura que se apresente como ciência (1783);
Crítica da Razão Pura (1781);
Ideia de uma História Universal de um Ponto de Vista Cosmopolita (1784);
O que é o Esclarecimento?
Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785);
Primeiros princípios metafísicos da ciência natural (1786);
Crítica da Razão Prática (1788);
Crítica da Faculdade do Juízo (1790);
A Religião dentro dos limites da simples razão (1793);
A Paz Perpétua (1795);
Princípios metafísicos da doutrina do direito (1797);
Doutrina do Direito (1796);
O Conflito das Faculdades (1797)
A Metafísica dos Costumes (1797);
Antropologia do ponto de vista pragmático (1798).
Manual dos Cursos de Lógica Geral (transcrição de aulas) (1800)

 

Comentadores

Cambridge Companion Kant
O problema da motivação moral em Kant
Compreender Kant
Kant – “Crítica da razão pura” – Os fundamentos da filosofia moderna
Immanuel Kant (Ottfried Hoffe)
Fundamentação da metafísica dos costumes: Uma chave de leitura
A Filosofia Crítica de Kant

2 comentários em “Lista de leitura ordenada: Immanuel Kant”

  1. Estou lendo “Luc Ferty – Kant: uma leitura das três crítica”s e estou achando muito didático. Dos que não li ainda foi lançado recentemente pela Unesp seu “Lições de ética”, que seriam anotações de alunos, na verdade.

  2. Pingback: A Natureza como base das ações morais - Contra os Acadêmicos

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.